menu
Características ambientais da área de influência dos portos

 
PORTO DE SALVADOR

O Porto de Salvador está localizado na Baía de Todos os Santos, um dos mais importantes ecossistemas marinhos do país, considerada área de proteção ambiental (APA), através do Decreto Estadual 7.595, de 5 de junho de 1999. É a segunda maior baía do mundo, superada apenas pela Baía de Bengala e assim como a baía asiática, poderia ser considerada um golfo, já que a sua configuração permite visualizar três baías singulares, interligadas.

O Porto de Salvador se situa na borda leste da Baía de Todos os Santos, marcada por uma linha retilínea e íngreme escarpa tectônica (a Escarpa Salvador), trecho do antigo bordo cristalino de fossa tectônica costeira existente em toda a América do Sul.

A área de influência ambiental do Porto comporta toda a região e adjacências da APA da Baía de Todos os Santos, numa extensão de 1.233 km2, superior ao território do Rio de Janeiro, segundo maior metrópole brasileira.  Nessa área de influência encontram-se 54 ilhas, muitas delas com trechos remanescentes de mata atlântica, a exemplo de Itaparica, Frades, Matarandiba, Fontes, Bimbarras e Monte Cristos.

As suas águas guardam um importante patrimônio geológico, que comporta expressiva extensão de recifes de corais, estuários e manguezais, permitindo a existência de uma variada fauna marinha. Há também a ocorrência de sítios arqueológicos, com vestígios relativos a populações pré-coloniais, coloniais e pós-coloniais.

 

PORTO DE ARATU-CANDEIAS

Principal porto baiano em movimentação de cargas, Aratu-Candeias, extensão continuada do Porto de Salvador, localiza-se no trecho Norte da Baía de Todos os Santos, na área denominada “Baía de Aratu” a 21 quilômetros, por mar, do porto da capital baiana. Por consequência, a sua área de influência é a mesma estabelecida para Salvador, registrando praticamente idênticas características, definidas pelas normas que regem a Área de Proteção Ambiental (APA), da Baía de Todos os Santos, numa extensão de 1.233 km2.

Aratu-Candeias ocupa a faixa litorânea do distrito de Caboto, município de Candeias, em frente a Ilha de Maré (com jurisdição de Salvador). Além das características gerais marinhas da Baía de Todos os Santos, a região, particularmente as ilhas do entorno do porto, possuem extensas áreas de manguezais, que garantem o sustento para uma parcela significativa das populações locais.
 
Em termos de relevo marinho, a área mais próxima a Aratu se mostra semelhante a do Porto de Salvador, com recifes de corais e variada fauna marinha.

 

PORTO DE ILHÉUS

O Porto de Ilhéus, na Ponta do Malhado, o primeiro construído em mar aberto no Brasil, localiza-se numa região considerada “estratégica” do ponto de vista ambiental, em função da sua complexa biodiversidade, o Sul da Bahia. Além do seu patrimônio marinho, essa região, isoladamente, reúne a maior cobertura de Mata Atlântica ainda preservada em todo o país.

A própria cidade possui a maior reserva urbana de mata atlântica do Brasil, a Mata da Boa Esperança, com 437 hectares, que em 1974, por força de decreto, tornou-se Parque Municipal. Mas Ilhéus está inserido em outras unidades de conservação ambiental, que contemplam outros municípios limítrofes: Parque Estadual da Serra do Conduru (PESC), a Área de Proteção Ambiental (APA) da Lagoa Encantada e o Rio Almada, a Reserva Biológica de Una e a Reserva de Vida Silvestre de Una. Todas incluídas em ações estratégicas nacionais de preservação, a exemplo da Reserva da Biosfera da Mata Atlântica (RBMA) e o Projeto Corredores Ecológicos.

O clima úmido, com índices de chuva que podem ultrapassar os 1.500 mm anuais e as áreas de Mata Atlântica favorecem a diversidade estrutural do seu ecossistema, alimentado também por importantes bacias hidrográficas, como as dos rios Cachoeira, Santana, Acuípe, Almada e Ribeirão do Boqueirão. Há também a Lagoa Encantada, com espelho d’água de 7 km², em meio a Mata Atlântica, formada pelos riachos Caldeiras, Taguaril, Buranhém, Serrapilheira, Inhape e Ponta Grossa.

Em mar, as ilhas e rochedos que determinaram o nome do município, assim como as áreas de corais e manguezais são criatórios naturais para diversas espécies da fauna, que escolhem o litoral Sul Baiano para a reprodução. Uma dessas espécies é o chamado mero-canapu da costa do cacau (Epinephelus itajara), um dos peixes mais ameaçados de extinção do Atlântico tropical, o que motivou em 2006 a criação da mais recente área de proteção ambiental, o Parque Municipal Marinho da Pedra de Ilhéus.

Portanto, a área direta de influência ambiental do Porto de Ilhéus se situa numa região considera estratégica na política de preservação ambiental.
 



SEDE CODEBA

Av. França, 1551
Comércio, Salvador - Bahia
CEP: 40.010-000
TEL: (71) 3320-1100
FAX: (71) 3320-1347

Ver mapa de localização

PORTO DE ARATU-CANDEIAS

Vila Matoim, s/n - Baía de Aratu
Candeias - Bahia
CEP: 43.800-000
TEL: (71) 3602-5711
FAX: (71) 3602-5705

Ver mapa de localização

PORTO DE ILHÉUS

Rua Rotary, s/n - Cidade Nova
Ilhéus - Bahia
CEP: 45.650-000
TEL: (73) 3231-3318
FAX: (73) 3231-3318

Ver mapa de localização

PORTO DE SALVADOR

Av. França, 1551 I,
Comércio, Salvador - Bahia
CEP: 40.010-000
TEL: (71) 3320-1299
FAX: (71) 3320-1268

Ver mapa de localização
CODEBA © 2017 Todos os Direitos Reservados.